Inverno_programação

Programação do Festival de Inverno Bragança Paulista

01 {Domingo} Abertura Oficial 

>Jazz Big Band
20h
Clube Literário
_ _ _ _ _ _ _ _
03 {Terça-Feira} Happy Hour

>Gastronômico
 {risoto de linguiça com gorgonzola e pêra}
+ MPB POP
18h30
Clube Literário

>Oficina de Balões
19h
C.C Geraldo Pereira Matadouro
_ _ _ _ _ _ _ _
04  {Quarta-Feira}

>Canja com Canja
20h
Cripta/Igreja Catedral
_ _ _ _ _ _ _ _
 05 {Quinta-Feira}

>Workshop de Krepes
14h
Cripta/Igreja catedral
Apoio: Senac

>Stand Up Comedy
VICTOR MEYNIEL {Reconhecido pelo seu humor na internet, conquistou seu espaço no teatro}
21h
Clube Regatas de Bragança {CRB}
_ _ _ _ _ _ _ _
06 {Sexta-Feira}

>Teatro

Me dá a tua mão {Na trama, um homem recebe diversas visitas em sua casa enquanto escuta, no quarto ao lado, os pedidos insistentes da mulher, que pede que ele lhe dê a mão}
20h
Casa da Cultura

> Intervenção artística 
20h
Praça Raul Leme

>Paulo Meyer e Thunderheads {Um dos pioneiros do blues no Brasil, é considero um dos mais autênticos e carismáticos artistas ligados a este gênero musical em atividade no país}
21h
Praça Raul Leme
_ _ _ _ _ _ _ _
07 {Sábado}

>Quarto Choro
10h
Calçadão

>Maurício Folha Seca 

11h
Mercado Municipal

>Roberto Mariano 
11h
Praça Raul Leme

>Galo convida – Desenhando o Choro
17h
Pracinha da vila

>Feira noturna de artesanato
20h
Praça Raul leme

> Intervenção artística 
20h
Praça Raul Leme

>Blackommodoro Soul Funk {repertório baseado nos clássicos da Disco, Soul, Funk e Pop Rock. Considerada uma das melhores de seu estilo pelo Bourbon Street, SP.}
21h
Praça Raul Leme

>RPM {Com mais de 35 anos de carreira, bateu todos os recordes de vendagens da indústria fonográfica, sendo uma das bandas mais populares do país na década de 80 e uma das mais bem-sucedidas da história da música brasileira}
22h
Arena do Lago
_ _ _ _ _ _ _ _
08 {Domingo}

>Dançando Pela Terra
10h
Jardim Público

>JF Big Band Show
11h
Praça Raul Leme

>Caricatura (Douglas)
11h
Praça Raul Leme

>Orquesta Violeiros da Paz
11h
Feira de Artesanato

>Markão Skema
12h
Centro de Artesanato

>Grande Prêmio Brasil Caixa de Atletismo 
13h
Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, Bairro Campo Novo
Realização: Confederação Brasileira de Atletismo – CBat
Apoio: Prefeitura Municipal de Bragança Pta, Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer

> Oficina de Recreação Infantil
14h
Praça José Bonifácio
Realização: Instituto Entrando em Cena

>Teatro Infantil
As aventuras de um amigo imaginário
15h
UAB

>Banda – The Bruces 
16h
Ciles do Lavapés

>Feira noturna de artesanato
20h
Praça Raul leme

>Pina Magic Show
20h
Praça Raul leme

>Banda – Sem Parar
20h30
Praça Raul leme
_ _ _ _ _ _ _ _
10 {Terça-Feira} Happy Hour

>Gastronômico {polenta trufada com linguiça e queijo coalho}
+ MPB POP
18h30
Clube Literário

>Workshop de Percussão – Baterizando
21h
C.C Geraldo Pereira/Matadouro
_ _ _ _ _ _ _ _
11 {Quarta-Feira}

>Canja com Canja
20h
Cripta/Igreja Catedral
_ _ _ _ _ _ _ _
12 {Quinta-Feira}

>Workshop de Degustação de Vinho 
14h
Cripta/Igreja Catedral
Apoio: Senac

>Stand Up Comedy
A Tia é Um Show
21h
CRB
_ _ _ _ _ _ _ _
13 {Sexta-Feira}

>3ª Festa dos Caldos (Beneficente) {Durante toda a noite os participantes assistirão a diversas atrações, como apresentações de jazz, ballet, dança árabe, dança de salão,  música e taiko  (tambor japonês). Adultos e crianças ainda poderão se divertir com o show de prêmios.}
19h
C.C usf

>O Despertar da Primavera 
20h
Censura: 16 anos
Casa da Cultura

> Intervenção artística 
20h
Praça Raul Leme

>Banda Reprise Inédita – de volta aos 80
21h
Praça Raul Leme
_ _ _ _ _ _ _ _
14 {Sábado}

>Duo Fabiano Pires e João

10h
Calçadão

>Duo Fryvan – Um Concerto Especial 
11h
Mercado Municipal

>Banda The Old Ladies 
11h
Praça Raul Leme

>Galo convida – Trio Dona Lina
17h
Pracinha da Vila

>The Rockaholics
17h
Praça Raul Leme

>Feira Noturna de Artesanato
20h
Praça Raul Leme

>Adriano Grineberg {com vinte anos de carreira, Adriano Grineberg, um dos maiores músicos de Blues do País, mescla referências como Ray Charles, BB King, Jerry Lee Lewia, Bob Marley e citações de grandes mestres da música brasileira como Pixinguinha, Luiz Gonzaga e Tim Maia.}
21h
Praça Raul Leme

>Sandamí {Dono de uma extensão vocal sem limites e agudo de rock`n`roll que ganham suingue com a inseparável pandeiro, o intérprete, compositor e percussionista lança sua carreira solo depois de 11 anos à frente do grupo Sambô. Reconhecido como um crossover entre o rock e o samba, o artista mostra que vai além com suas releituras e agora, também, com suas canções autorais.}
22h
Arena do Lago
_ _ _ _ _ _ _ _
15 {Domingo}

>Caricatura (Douglas)
11h
Praça Raul Leme

>Raiz do Folé
11h
Feira da Amizade

>Teatro Infantil
O Mágico de Oz
15h
UAB

>Pina Magic Show
20h
Praça Raul Leme

>Feira Noturna de Artesanato 
20h
Praça Raul Leme

>Dom Musical
Iannuzzi Trio (Jazz)
20h
Casa Lebre (Nicola Ortenzi, 104, Taboão)

>Big Chico {Big Chico é considerado um dos maiores nomes do Blues e da Soul Music da atualidade}
Tributo Tim Maia
21h
Praça Raul Leme
_ _ _ _ _ _ _ _
17 {Terça-Feira} Happy Hour

>Gastronômico {escondidinho de linguiça apimentada e ervas frescas}
+ MPB POP
18h30
Clube Literário

>Teatro
Velório à Brasileira
20h30
I.E.C.J

>Oficina com Vivência de Televisão {técnicas de vídeos, exibições de imagens, dinâmicas, e como se apresentar na frente das câmeras}
19h
C.C. Geraldo Pereira/Matadouro {Nando Fagundes}
_ _ _ _ _ _ _ _
18 {Quarta-Feira}

>Canja com Canja
20h
Cripta/Igreja Catedral

>Bragança Pulsa Poesia 
A cidade decorada com corações e trovas
Durante o dia
_ _ _ _ _ _ _ _
19 {Quinta-Feira}

>Stand Up Comedy
Irmã Selma com Otávio Mendes
21h
CRB
_ _ _ _ _ _ _ _
20 {Sexta-Feira}

>Teatro
Los Truqueros
20h
Casa da Cultura

>Intervenção Artística 
20h
Praça Raul Leme

>Banda Freddy Groovers 
21h
Praça Raul Leme
_ _ _ _ _ _ _ _
21 {Sábado}

>Festival de Danças Árabes 
9h
Nipo

>Folk Como Ocê Gosta {Um repertório autoral e verdadeiro, costurado por homenagens e influências daqueles que já plantaram a semente e hoje aplaudem os que colheram e tornam a plantar}
10h
Calçadão

>Rita de Correa e Matheus Grossi Duo
11h
Mercado Municipal

>Sanfonias 
11h
Praça Raul Leme

>Galo convida – Livre
17h
Pracinha da Vila

>Feira Noturna de artesanato
20h
Praça Raul Leme

>Intervenção artística 
20h
Praça Raul Leme

>Banda Blues Beatles
21h
Praça Raul Leme

>Rosa de Saron {Banda de Rock/Pop Cristã, Católica, com 30 anos de estrada. Pioneira do gênero no Brasil, um dos principais nomes da música cristã na atualidade}
22h
Arena do Lago
_ _ _ _ _ _ _ _
22 {Domingo}

>Caminhada de Santiago
7h30
Igreja Vila Aparecida

>Festival de Danças Árabes
9h
Nipo

>Show Guga Vasconcelos
11h
Praça Raul Leme

>Caricatura (Douglas)
11h
Praça Raul Leme

>Sertanejo Raiz
11h
Feira da Amizade

>Orquesta Experimental de Violinos 
12h
Centro de Artesanato

>Projeto Essência Urbana 
14h
Ciles do Lavapés

>Oficina de Recreação Infantil
14h
Praça José Bonifácio

>Teatro Infantil
Em Busca da Felicidade Encantada
15h
UAB

>Encontro de Bateras 
17h
Arena do Lago

>Feira Noturna de Artesanato
20h
Praça Raul Leme

>Pina Magic Show
20h
Praça Raul Leme

>Erica Pinna
21h
Praça Raul Leme
_ _ _ _ _ _ _ _
24 {Terça-Feira} Happy Hour

>Gastronômico {blinis de linguiça com cream chease, tomate concassé e manjericão com redução aceto balsâmico}
+ MPB POP
18h30
Clube Literário

>Oficina de Dança
19h
C.C. Geraldo Pereira/ Matadouro
_ _ _ _ _ _ _ _
25 {Quarta-Feira}

>Canja com Canja
20h
Cripta/Igreja Catedral
_ _ _ _ _ _ _ _
26 {Quinta-Feira}

>Stand Up Comedy
Ari Toledo 5.3
21h
CRB
_ _ _ _ _ _ _ _
27 {Sexta-Feira}

>Peça Volta ao Mundo 
20h
Casa da Cultura

>Intervenção Artística 
20h
Praça Raul Leme

>Filó Machado
21h
Praça Raul Leme
_ _ _ _ _ _ _ _
28 {Sábado}

>Desenhando Choro
10h
Calçadão

>Orquesta Violeiros Rio Jaguari
11h
Mercado Municipal

>Diego de Leon Homem Banda 
11h
Praça Raul Leme

>Oficina de Dança Orgânica
14h
Jardim Público

>Galo convida – Fabinho Prado Samba de Todos os Tempos
17h
Pracinha da Vila

>Feira Noturna de Artesanato 
20h
Praça Raul Leme

>Intervenção Artística 
20h
Praça Raul Leme

>Dança Rua de Mané Boneco 
20h
Praça Raul Leme {sesc}

>Ana Cañas {a cantora e compositora estreou em 2007 no cenário musical brasileiro com o lançamento do álbum Amor e Cos. Ana Cañas está em seu quarto álbum de estúdio e o primeiro totalmente autoral, “Tô na Vida“}
22h
Arena do Lago
_ _ _ _ _ _ _ _
29 {Domingo}

>Zé da Gente 
11h
Praça Raul Leme

>Caricatura (Douglas)
11h
Praça Raul Leme

>Raiz de Folé
11h
Feira da Amizade

>Luciano Junior
12h
Centro de Artesanato

>Oficina de Recreação Infantil
14h
Praça José Bonifácio

>Teatro Infantil
15h
UAB

>Banda KZA 55 
16h
Ciles do Lavapés
_ _ _ _ _ _ _ _
29 {Domingo}

>Feira Noturna de Artesanato
20h
Praça Raul Leme

>Pina Magic Show
20h
Praça Raul Leme

>Encerramento 
Rodrigo José {a primeira vista ele parece etsra deslocado no tempo, vivendo nos anos 70. Seu gosto musical e influências vão de Elvis Presley e James Brown até Odair José e Evaldo Braga}
21h
Praça Raul Leme
_ _ _ _ _ _ _ _
Mesas Fazenda Serrinha // sempre às 20h – gratuitas

>11 de julho – Arte e Comunidades, com José Rufino e Mônica Nador, mediação Priscila Arantes
>19 de julho – Arquitetura da Paisagem, com Ana Tavares e Jorge Menna Barreto, mediação Priscila Arantes
>20 de julho – Projeção do filme FOYER de 2016 e conversa com o artista Ismail Bahri
>27 de julho – Culturas Ancestrais, conversa na oca com Ayrson Heraclito, Tiganá Santana, Marlui Miranda, Pai Bil e Jonathas Andrade
_ _ _ _ _ _ _ _
9 a 29 de julho
Exposição // Paralela
(curadoria Helena Ruschel, Casa Lebre)

>Matias Picón:
escada no lago do Taboão
>Bia Raposo: muro da Casa Lebre
>Fabio Delduque: Indigo Arte
>Luiza Dörr: muro Da Delegacia (subida do trenzinho)
>Tatiana Clauzet: marquise da feirinha de artesanato
>Iatã Cannabrava: ateliê Val Coelho (ao lado da Casa Lebre)
>Coletivo Roda de Fios: ocupação na praça do São José
>Ana Roberta Lima: Instituto Entrando em Cena
>André Cunha: Casa Lebre
>Juliana Mariotto: muro da Casa Lebre
>Lucas Dias Leite: outdoor avenida Imigrantes
>André Liza: Casa Lebre

Mais Informações: casalebre.com.br / @casalebre
_ _ _ _ _ _ _ _
Durante todo mês de Julho

>Circo
Praça da Concha Acústica

 

TiXxA_Borboleta Urbana

5 a 8 de julho
Qualquer horário
Casa da TiXxA
_ _ _ _ _ _ _ _
Coleção TiXxA {borboletas urbana cintilante}

Para quem gosta de vestir TiXxA, ela estará recebendo vocês na casa dela, entre os dia 5 a 8 de julho, no horário que for melhor para você!
`Venham sem compromisso, mi casa su casa!`

Inverno Bragança Paulista_17º

17º Festival de Inverno Bragança Paulista 2018

Bem vindos a 17ª edição do Festival de Inverno de Bragança Paulista que acontece de 1/07 a 29/07 de 2018 e vai movimentar toda a região Bragantina, com muita música, teatro, cinema, oficinas e as mais variadas manifestações artísticas.

O Festival
O Festival de Inverno é uma grande festa para celebrar a nossa cidade que desde 2002 é palco da arte e cultura com a mais variada programação, que abrange desde recitais e encontros literários a grandes espetáculos.
Evoluindo a cada ano, o festival de inverno de Braganaça Paulista traz a certeza de sucesso e satisfação de todos em seus trinta dias de apresentações, que nos últimos anos temos o prazer de receber grandes nomes do cenários artístico e cultural brasileiro gratuitamente a toda a população, possibilitando a todos, independentes da classe social o mesmo acesso à cultura e ao entretenimento contido em sua grande, que em 17 anos já conta com mais 4000 atrações como: O Teatro Mágico, Ney Matogrosso, Carlinhos Brown, 14 Bis, Milton Guedes, CJ Ramone, João Carlos Martins e Orquestra, Luiza Possi, Luiz Ayrão, além de inúmeros artistas regionais, que abrilhantam ainda mais esse tão tradicional evento. Com um publico expressivo de cerca de cem mil pessoas durante todo o mês, o turismo é extremamente aquecido conquistando sempre mais admiradores para a nossa cidade e movimentando o comércio local.

Se apenas respirar não for suficiente, durante todo o mês de julho Bragança Paulista transborda cultura.
_ _ _ _ _ _ _ _
Secretaria Municipal de Cultura e Turismo
Av. Alpheu Grimello, 981 – Taboão
(11)  4034-6570

 

 

 

Praça da Igreja_cortejo das crianças

28 de julho
15h
Praça da Igreja São Sebastião – Água Comprida
Gratuito
_ _ _ _ _ _ _ _
Uma celebração, um acontecimento. Encerrando as oficinas do Festival Arte Serrinha para as crianças na Água Comprida, realizaremos um grande cortejo com artistas, crianças e o público pelas ruas e praça no entorno da Igreja de São Sebastião. Os instrumentos musicais, os figurinos, os adereços, as artes circenses e teatrais criados e experimentados durante as oficinas estarão presentes neste grande momento de festa.

Infantil_Pequeno Teatro do Mundo

Teatro de Marionetes “O menino e os sortilégios” 

*Praça da Igreja São Sebastião – Água Comprida
14 de julho
15h
GRATUITIO

*Fazenda Serrinha
21 de julho
15h
GRATUITIO
_ _ _ _ _ _ _ _
Sobre o teatro:
A companhia itinerante de teatro de marionetes apresenta “O menino e os sortilégios”, uma ópera para crianças composta por Maurice Ravel. Trata-se de uma fantasia lírica, uma metáfora da infância e do amadurecimento, que conta a história de um menino que enfrenta suas emoções e com a ajuda de objetos que ganham vida encontra uma forma de viver mais humana e generosa.

ARTE SERRINHA_para crianças

ARTE PARA CRIANÇAS

Valor:
R$ 100 por atividade para todo o período (via inscrição pelo site) ou
R$ 30 por dia (diretamente na hora da oficina). 

Gratuito para moradores dos bairros:
Água Comprida, Serrinha, Boa Vista, Morro Grande e Bacci
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Brincadeiras de rua, com Joca da Cunha
10 a 13 de julho e 17 a 20 de julho
14h às 17h
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Brincatucando – oficina de percussão com Silvinha Izzo, Zazá Palmeira e Mari Barreto
10 a 13 de julho
14h às 17h
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Figurinos e adereços, com Luana Geiger
17 a 20 de julho
14h às 17h
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Ateliê das crianças, com Ana Letícia Penedo
23 a 28 de julho
14h às 16h30
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Teatro, circo, danças populares e percussão, com jovens artistas do Instituto Entrando em Cena
24 a 27 de julho
14 às 17h 
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Danças brasileiras, com Ana Maria Carvalho
27 de julho
14 às 17h
_ _ _ _ _ _ _ _ _
+ infos:

*Brincadeiras de rua, com Joca da Cunha
Galpão da Igreja São Sebastião – Água Comprida
10 a 13 de julho e 17 a 20 de julho, das 14h às 17h – 8 a 13 anos
Utilizando materiais diversos e de fácil acesso e partindo de uma história, conduziremos e construiremos jogos e brincadeiras nos ambientes externos. A ideia é ocupar a rua, a praça, o quintal, levando cada participante a cumprimentar e complementar o amigo, o vizinho, o desconhecido, como se fazia em outros tempos.

*Brincatucando – oficina de percussão com Silvinha Izzo, Zazá Palmeira e Mari Barreto
Galpão da Igreja São Sebastião – Água Comprida
10 a 13 de julho, das 14h às 17h – 8 a 13 anos
Vivência corporal e sonora experimental com base nos instrumentos de maracatu. De forma lúdica desenvolveremos uma produção em artes visuais, música e dança, valorizando a cultura popular do maracatu, das congadas e cirandas.

*Figurinos e adereços, com Luana Geiger
Galpão da Igreja São Sebastião – Água Comprida
17 a 20 de julho, das 14h às 17h – 8 a 13 anos
A oficina aborda de maneira experimental a construção de figurinos e adereços explorando diferentes materiais e cores e utilizando referências das artes plásticas, da moda, da cenografia e do carnaval, além de referências da cultura não ocidental. O corpo será o suporte das necessidades cênicas e do uso ritualístico. Uniremos visualmente as pesquisas relacionadas ao corpo desenvolvidas nas outras oficinas, culminando com o grande cortejo final pelas ruas da Água Comprida.

*Ateliê das crianças, com Ana Letícia Penedo
Fazenda Serrinha
23 a 28 de julho, das 14h às 16h30 – crianças de todas as idades (menores de 4 anos precisam estar acompanhadas de um adulto)
Um ateliê no meio da fazenda, em relação direta com a natureza e com a história do lugar. Vão ter passeios, desenhos e brincadeiras ao ar livre.
(Importante: pedimos para que as crianças tragam lanche e agasalho e venham com um calçado fechado para as caminhadas)

*Teatro, circo, danças populares e percussão, com jovens artistas do Instituto Entrando em Cena 
Galpão da Igreja São Sebastião – Água Comprida
24 a 27 de julho, das 14 às 17h – 8 a 13 anos
Cada dia uma nova experiência: jogos e brincadeiras teatrais; brincadeiras de equilíbrio em grupo e acrobacias de solo; equipamentos circenses e acrobáticos como tecido, trapézio e bambolê; dança e percussão. Juntos criaremos o Grande Cortejo das Crianças, que será apresentado no final das oficinas.

*Danças brasileiras, com Ana Maria Carvalho
Galpão da Igreja São Sebastião – Água Comprida
27 de julho, das 14 às 17h – 8 a 13 anos
A oficina possibilita uma vivência com as mais variadas manifestações da cultura popular brasileira, especialmente do Norte e Nordeste do país, como as danças de caixas (cacuriá, quadrilha, bambaê de caixa), ciranda de roda, bumba-meu- boi, tambor de crioula e outras brincadeiras tradicionais.

São Tiago

22 de julho
_ _ _ _ _ _ _
Caminhada de São Tiago:

Caminho de São Tiago de Bragança é o nome da trilha habitualmente percorrida pelos Amigos de São Tiago de Bragança. Tem seu ponto de partida na Vila Aparecida, junto à Igreja de Nossa Senhora de Aparecida, chegando ao Morro de São Tiago, situado às margens da represa do Jaguary no bairro da serrinha. Deste local, de esplendida beleza natural, tem-se uma bela vista panorâmica da região.

Marina Confiança_Pérola Negra

9 a 29 de julho
12h às 15h
Marina Confiança
Instalação Pérola Negra, de Silas Trindade
Gratuito
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Exposição Marina Confiança: 

A Caravela Pérola Negra, é uma réplica de navio pirata com 30 metros de comprimento, construída artesanalmente pelo artista Silas Trindade (Gordo) com eucalipto de reflorestamento.
A Pérola Negra poderá ser visitada durante o Festival Arte Serrinha e fará parte entre as muitas atividades do mais importante evento de arte e cultura alternativa de Bragança Paulista.

 

Casa Viva Piracaia

Quintas – 20h30
Sextas – 21h30
Sábados – 21h30
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Programação Musico Literário:

5 de julho – Alice Ruiz “Haikai”
6 de julho – Daniel S, Carlinhos Mazzone e Luiz Waack “Groove”
7 de julho – Nelson Ayres e Ricardo Herz
12 de julho – Manoel de Barros – bate papo musical com Marcio De Camillo
13 de julho – “Os Amanticidas”
14 de julho – Monica Salmaso e André Mehmari
19 de julho – Vivian Catenacci “na trilha de Câmara Cascudo”
20 de julho – Zé Helder “viola caipira”
21 de julho – Amilton Godoy e Léa Freire
26 de julho – Arruda e Peri Pane “Canções Velhas pra embrulhar peixes”
27 de julho – Helena Badari e Luiz Waack
28 de julho – Tiago Costa e Teco Cardoso

*Informações e ingressos: (11) 4036-7252 / 972927641 / facebook.com/casavivapiracaia

Arte SERRINHA_shows

SHOWS
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
No Galpão Busca Vida // 
sempre às 23h59
ingressos: www.galpaobuscavida.com.br

14 de julho – Banda Black Rio
21 de julho – Banda Afrocidade e Luedji Luna
28 de julho – Mariana Aydar com participação de Felipe Cordeiro
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Na Fazenda Serrinha // sempre às 21h – gratuitos

13 de julho – Felipe Antunes e Chico Salem
16 de julho – Ianuzzi Trio
20 de julho – Paulo Santos e Leandro César
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
No Teatro Rural
// às 17h – gratuito

22 de julho Festa performática L.U.Z. show com sintetizadores celestiais – Davi DA , Thiago Cintra, André Bekker e Marcos Leite Till

Arte SERRINHA_Cine Rancho

CINE RANCHO

Data: 6 a 28 de julho
Horário: 21h 
Local: 
Cine Rancho
Valor:
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _ _
PROGRAMAÇÃO:

-6 e 7 de julho –  Ex-Pajé, de Luiz Bolognesi
(trailer: https://www.youtube.com/watch?v=6mochAbVT_Y)

-13 e 14 de julho
– Era o Hotel Cambridge, de Eliane Caffé
(trailer: https://www.youtube.com/watch?v=qt_EA-GfwrM)

-20 e 21 de julho
– Tungstênio, de Heitor Dhalia
(trailer: https://www.youtube.com/watch?v=JG5OSt9_v0g)

-27 e 28 de julho
– Gabriel e a Montanha, de Fellipe Gamarano Barbosa
(trailer: https://www.youtube.com/watch?v=NT-RvXLaL-M)

Arte SERRINHA Performace_Presente das águas {Ayrson Heráclito}

PERFORCE NA FAZENDA SERRINHA

Data: 28 de julho
Horário: 16h30
Performace: Presente das águas, com Ayrson Heráclito
Local: 
Fazenda Serrinha
Valor:
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Sobre a performace:
O artista cria instalações, realiza performances, fotografias e vídeos que estabelecem conexões entre a África e o histórico da diáspora nas Américas.

Arte SERRINHA no Teatro Rural_Aldeotas {Gero Camilo}

No Teatro Rural 

Data: 12 de julho
Horário: 20h
PeçaAldeotas, com Gero Camilo 
Local: 
Teatro Rural
Valor:
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Sobre a peça:
Escrita pelo dramaturgo Gero Camilo, Aldeotas evidencia a capacidade de empregar a palavra como ferramenta essencial de um teatro voltado para o ator e a poesia. A peça conta a trajetória de Levi e Elias, dois amigos de infância que se reencontram em fragmentos de memórias na pequena cidade de Coti das Fuças.

Mesas_Arte SERRINHA

Na Fazenda Serrinha // sempre às 20h – gratuitas

*11 de julho – Arte e Comunidades, com José Rufino e Mônica Nador, mediação Priscila Arantes
*19 de julho – Arquitetura da Paisagem, com Ana Tavares e Jorge Menna Barreto, mediação Priscila Arantes
*27 de julho – Culturas Ancestrais, conversa na oca com Ayrson Heraclito, Tiganá Santana, Marlui Miranda, Pai Bil e Jonathas Andrade.

Oficinas_Arte SERRINHA

Dudi Maia Rosa e Rafael Maia Rosa // oficina de pintura

Data- 09 a 14 de julho, 15h às 18h (ateliê aberto 24h)
Vagas- 15
Valor- R$ 300
Local- Fazenda Serrinha

A oficina propõe uma imersão no universo da pintura a partir de uma abordagem prática e teórica. Serão propostos exercícios e serão realizadas leituras sistemáticas da produção dos participantes. O objetivo é permitir a cada um o desenvolvimento de suas intuições formais paralelamente à reflexão sobre aspectos individuais e contextualização histórica dos resultados obtidos.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Liege Pistore, Marcelo Delduque e Rafael Lama Furtado // lab da terra

Data- 09 a 14 de julho, 10h às 17h
Vagas- 30
Valor- R$ 250
Local- Fazenda Serrinha

O Lab da Terra é uma vivência para pessoas interessadas em colocar as mãos na massa, participando do processo de transformação da Serrinha. Durante a semana, nos conectaremos com o tempo da roça e a energia de abundância da natureza, em mutirões, convivência e celebração.
A vivência terá momentos de bate-papo e momentos práticos sobre assuntos que envolvem nossas ações na Serrinha, como agrofloresta, horta agroecológica, permacultura e ecovilas.
A facilitação será realizada pelos agroecólogos Rafael Lama Furtado e Liege Pistore, que conduzem os mutirões de agrofloresta, e pelos anfitrião da fazenda, Marcelo Delduque.
Contaremos ainda com a participação de Karin Hanzi, do Epicentro Dalva, que trabalhou na Fazenda da Toca com o mestre e fundador do movimento de agrofloresta no Brasil Ernst Gotsch.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Gero Camilo e Victor Mendes // Do corpo ao texto e do texto ao corpo

Data- 11 e 12 de julho, 15h às 18h
Vagas- 30
Valor- R$ 100
Local- Fazenda Serrinha

Nesta oficina, serão trabalhados os exercícios de corpo utilizados nas composições do espetáculo “Aldeotas”. Os objetivos são estimular o corpo para o encontro com o texto e, na relação contrária, partir do texto para estimular o corpo dentro da cena. O público alvo é de atores profissionais e estudantes de teatro a partir de 14 anos.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Luiz Hermano // oficina de instalações efêmeras

Data- 16 a 21 de julho, 10h às 17h
Vagas- 20
Valor- R$ 250
Local- Fazenda Serrinha

Ao longo de cinco dias de celebração e criação, serão desenvolvidos exercícios artísticos incorporando o amplo espaço da fazenda. Descobriremos possibilidades e manipularemos materiais diversos, tais como panos coloridos, telas, bambus, madeiras, cordas, arames, vassouras, baldes, água, fogo e outros produtos orgânicos e recicláveis que forem encontrados. Em terrenos com diferentes topografias, criaremos intervenções procurando trazer a paisagem natural às obras. As instalações serão desenvolvidas e registradas ao longo dos dias pelo grupo, uma vez que terão prazo curto de existência. Figuras geométricas no pasto – refeitas e desfeitas -, esculturas comestíveis, obras com restos de madeira, formando animais fantásticos, que ao final serão queimadas, formando cenas do imaginário da história da arte … enfim, as possibilidades são muitas. A proposta é que as manifestações e vivências da semana chamem a atenção para a destruição e a impermanência da vida.

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Leandro Cesar // construção de esculturas sonoras

Data- 16 a 21 de julho, 10h às 17h
Vagas- 15
Valor- R$ 300
Local- Fazenda Serrinha

A proposta da oficina é criar e construir junto aos participantes uma grande escultura sonora, um catavento que utilize da força do vento para mover uma série de flautas harmônicas utilizando praticamente a matéria prima local, como madeiras, bambu e materiais que possam ser reaproveitados. Abordaremos tantos as questões técnicas dos parâmetros do som quanto o trabalho coletivo em equipe para construir uma grande obra. Na oficina haverá uma breve introdução sobre o tema da invenção de novos instrumentos musicais, tendo como foco principal a prática, os métodos de construção e a aplicação de técnicas de afinação (tubos, sopros etc). Além da construção da escultura, a ideia é criar uma performance que possa ocorrer ao final da oficina, ocupando o espaço de instalação da peça.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Vera Hamburger // laboratório fronteiras permeáveis

Data- 16 a 21 de julho, 15h às 18h
Vagas- 20
Valor- R$ 300
Local- Fazenda Serrinha

O Laboratório Fronteiras Permeáveis investiga o espaço da cena como linguagem, assim como os mecanismos de funcionamento da percepção e criação. A ação direta é a linha condutora do trabalho. Através de laboratórios experienciais, os elementos primordiais da construção da cena serão estudados como unidades de presença de ação interligada. O trinômio espaço-corpo-tempo será investigado através de práticas colaborativas e transdisciplinares de criação. O método de trabalho proposto foi desenvolvido em escolas de curso livre, universidades e eventos culturais, em dez anos de pesquisa. Entre eles, a oficina oferecida na 12a Quadrienal de Praga em 2011, o experimento realizado na escola de audiovisual da USP, além de passagens por diversas capitais brasileiras. Em 2015, o projeto foi agraciado com o Edital ProAC – Artes Integradas. A edição do Lab Fronteiras Permeáveis no Festival de Arte Serrinha contará com cinco encontros de três horas. É dirigida a artífices das artes do corpo, visuais e audiovisuais, como diretores, atores e bailarinos; diretores de arte e fotografia; iluminadores, cenógrafos e figurinistas.
Seleção por carta de intenção
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Cássio Vasconcellos // o processo criativo na fotografia 

Data- 19 a 21 de julho, 15h às 18h
Vagas- 15
Valor- R$ 150
Local- Fazenda Serrinha

A oficina vai tratar do processo criativo de algumas séries de Cássio Vasconcellos (Navios, Paisagens Marinhas, Panorâmicas, Noturnos, Múltiplos, Aéreas, Coletivos e Viagem Pitoresca). Os participantes poderão saber como cada projeto é concebido e conhecer as etapas no decorrer do desenvolvimento de um trabalho. O fotógrafo vai discorrer sobre a importância da edição dentro do processo criativo, sobre o acaso, sobre as técnicas e por que cada tema tem uma apresentação diferente da outra. O encontro inclui também uma leitura de portfólio dos participantes e um exercício prático.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Daniele Dahoui // Oficina de Gastronomia

Data- 19 a 20 de julho, 15h às 18h
Vagas- 20
Valor- R$ 200
Local- Fazenda Serrinha

A proposta da chef é utilizar elementos de sua trajetória na cozinha – entre Pernambuco e a França – para produzir e degustar junto com os alunos um grande almoço. No primeiro dia será feita uma visita a alguns produtores da região, realizando a colheita e compra de ingredientes – no roteiro incluiremos uma horta orgânica, o Mercadão de Bragança e um produtor de queijo de cabra, entre outros. O segundo dia, por fim, será dedicado à preparação da refeição.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Bené Fonteles // oca ôco – residência artística

Data- 23 a 28 de julho, 10h às 17h
Vagas- 20
Valor- R$ 250
Local- Fazenda Serrinha

Uma residência artística com ponto de partida na arquitetura sábia da oca xinguana em seu sentido vivencial, mágico e sensorial. A partir de seu ôco e do seu cheio, de dentro para fora, iremos dialogar estruturalmente e poeticamente com a paisagem da Fazenda Serrinha e suas criações artísticas, suas energias naturais, culturais e espirituais. Os participantes podem ser pessoas com interesses e conhecimentos em diversas áreas da arte: música, artes visuais, cenografia, culinária, arquitetura e literatura.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Marcelo Rosenbaum // design para humano

Data- 23 a 28 de julho, 10h às 17h
Vagas- 20
Valor- R$ 300
Local- Fazenda Serrinha

Vamos abordar o design utilizando o objeto como um caminho para resgatar a memória e a tradição de cada pessoa em seu próprio habitat. A ideia é trazer um novo olhar para o humano e o coletivo, valorizando menos os objetos e mais quem os produz, quem os compra, quem os usa e quem os recria. Trata-se, enfim, de uma discussão sobre um design consciente que conecta as pessoas, recria relacionamentos e transforma o mundo.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Jean Paul Ganem // land art com plantas

Data- 23 a 28 de julho, 10h às 17h
Vagas- 20
Valor- R$ 250
Local- Fazenda Serrinha

Após uma introdução sobre o conceito e a história da land art e uma apresentação da obra e da trajetória de Ganem, os alunos passarão a se exercitar em atividades de desenho. O objetivo final é criar e produzir um trabalho com plantas numa área da fazenda já destinada e preparada para isso. O artista irá lançar uma proposta, mas fica aberto a outras ideias que podem surgir nos exercícios e nas conversas em grupo. Definido o projeto, todos partirão para a parte “mão na massa” dos plantios propriamente ditos.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Elisa Stecca // oficina de objetos preciosos, adornos e relicários

Data- 23 a 28 de julho, 15h às 18h
Vagas- 12
Valor- R$ 300
Local- Fazenda Serrinha

Adornos, amuletos e objetos de poder têm acompanhado o ser humano desde os mais remotos tempos, sendo elementos sinalizadores da noção de civilização como a entendemos, ao unir aspecto práticos à percepção de realidades transcendentes. Por meio da escolha dos materiais e dos valores atribuídos simbolicamente a esses objetos, temos construído uma ponte entre o mundo objetivo e subjetivo, captando energia de proteção, cura e coragem. Nesta oficina, exploraremos de maneira lúdica e profunda a alegria de concretizar ideias e as infinitas possibilidades de criar objetos que podem nos ajudar em processos pessoais, além de relicários que guardem lembranças e sentimentos que desejamos perpetuar. Trata-se de uma grande oportunidade de utilizar a linguagem da joalheria numa abordagem mais ampla.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Rafaela Rossi // oficina de cerâmica

Data- 24 a 28 de julho
Vagas- 12
Valor- R$ 300
Local- Atelier Siriema e João de Barro

A ideia da oficina é trabalhar algumas técnicas da arte da cerâmica. Os alunos terão à disposição placas de barro previamente abertas e no ponto ótimo para modelar. A proposta é realizar uma série de móbiles com formas, texturas, cores e motivos variados. Em seguida, coletivamente, montaremos uma instalação com as peças produzidas.

No processo iremos:
-Mexer no barro (trabalhar modelagem, moldagem, texturas e pigmentação do barro e dos engobes);
-Abordar técnicas diferentes dentro dos vários processos usados para se fazer cerâmica;
-Realizar uma queima para completar o processo da transformação do barro em cerâmica.
-Produzir um instalação como resultado da oficina.

Oficina de Culinária_BEM DITA SEMENTE {Bolos Veganos}

18|07
19H às 21H30
R$ 45,00
inscrições: [11] 9 4344.4321 ou 9 6381.1824
Casa Lebre
_ _ _ _ _
Oficina de culinária: BEM DITA SEMENTE

Sobre a oficina:
Nesta oficina você vai aprender a fazer duas receitas de massa, recheio e cobertura!
_Bolo Prestígio
_Bolo de Morango com chocolate

Marta Vaz {oficina de esmaltação + cerâmica}

07/07
9h30 as 17h30
R$180,00
_ _ _ _ _ _ _ _
Oficina de Esmaltação + Cerâmica 

Nesta oficina será realizado uma base de esmalte para cerâmica, onde ocorrerá a explicação de sua composição e aplicação.
Se tiverem, tragam peças biscoitada (apenas com a primeira queima), pode trazer ou comprar alguma peça no ateliê para experienciar.
Os alunos escritos podem ter feito ou não os outros módulos , todos serão bem vindos com ou sem experiência, pois a cerâmica é muito ampla e a esmaltação e a queima são capítulos a parte , onde entramos no mundo alquímico da cerâmica.

Arte SERRINHA {Show_IANNUZZI TRIO}

Festival Arte SERRINHA {IANNUZZI TRIO}
16/07 as 21h
show: IANNUZZI TRIO
Ateliê Serrinha
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Nascido entre os anos 50 e 60, nos inferninhos do Rio de Janeiro e São Paulo, que funcionavam como uma espécie de laboratório para grupos instrumentais, o sambajazz é composto por uma fina mistura entre jazz, samba, pré-bossa nova e choros, tocados com excelência por grandes grupos como Tamba Trio, Zimbo Trio, Raul De Souza, Sambalanço Trio, Edison Machado, Sergio Mendes, Dom Salvador entre tantos outros…

Estilo que não se encontra totalmente esquecido e ignorado hoje em dia, por causa de grupos instrumentais, que nos lembram esses grandes encontros da música brasileira! Nosso trio, formado por Flávio Iannuzzi (piano), Noa Stroeter (baixo) e Marcos Magaldi (bateria), é um exemplo disso!

Com um EP de composições próprias, lançado em março de 2018, e apresentações recheadas com arranjos originais para clássicos do sambajazz, o trio estabelece, com muito suingue e improvisos, uma conversa entre piano, baixo e bateria, que promove uma imediata empatia com o público.

O Flávio Iannuzzi Trio convida vocês a uma viagem aos anos 60, proporcionando assim, a um só tempo, uma atmosfera nostálgica e sofisticada!

 

DOM MUSICAL {Iannuzzi Trio}

DOM MUSICAL
15/07 as 20h
Casa Lebre
show: IANNUZZI TRIO
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Nascido entre os anos 50 e 60, nos inferninhos do Rio de Janeiro e São Paulo, que funcionavam como uma espécie de laboratório para grupos instrumentais, o sambajazz é composto por uma fina mistura entre jazz, samba, pré-bossa nova e choros, tocados com excelência por grandes grupos como Tamba Trio, Zimbo Trio, Raul De Souza, Sambalanço Trio, Edison Machado, Sergio Mendes, Dom Salvador entre tantos outros…

Estilo que não se encontra totalmente esquecido e ignorado hoje em dia, por causa de grupos instrumentais, que nos lembram esses grandes encontros da música brasileira! Nosso trio, formado por Flávio Iannuzzi (piano), Noa Stroeter (baixo) e Marcos Magaldi (bateria), é um exemplo disso!

Com um EP de composições próprias, lançado em março de 2018, e apresentações recheadas com arranjos originais para clássicos do sambajazz, o trio estabelece, com muito suingue e improvisos, uma conversa entre piano, baixo e bateria, que promove uma imediata empatia com o público.

O Flávio Iannuzzi Trio convida vocês a uma viagem aos anos 60, proporcionando assim, a um só tempo, uma atmosfera nostálgica e sofisticada!

 

 

// PARALELA {André Liza}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: André Liza
Exposição: Casa Lebre
Horário: 12h às 17h
Quando: de 9 a 29 de julho

 

// PARALELA {Lucas Dias Leite}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Lucas Dias Leite
Exposição: Outdoor Imigrantes 
Horário: 24h
Quando: de 9 a 29 de julho

// PARALELA {Juliana Mariotto}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Juliana Mariotto
Exposição: Muro da Casa Lebre 
Horário: 12h às 17h
Quando: de 9 a 29 de julho

// PARALELA {André Cunha_Galeria Utópica}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: André Cunha {Galeria Utópica}
Onde: Casa Lebre
Horário: 12h às 17h
Quando: de 9 a 29 de julho

 

// PARALELA {Ana Roberta Lima}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Ana Roberta Lima
Exposição: Espaço Cultural Entrando em Cena
Horário: Segunda a Sexta das 13h às 20h
Quando: de 9 a 29 de julho

 

// PARALELA {Coletivo Roda de Fios}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Coletivo Roda de Fios
Exposição: Pracinha S. José {imediações da Casa Lebre}
Horário: 24h
Quando: de 19 a 29 de julho

 

// PARALELA {Iatã Cannabrava}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Iatã Cannabrava
Exposição: Ateliê Val Coelho {ao lado da Casa Lebre}
Horário: 12h às 17h
Quando: de 9 a 29 de julho

 

// PARALELA {Tatiana Clauzet}

tatiana clauzetLocais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Tatiana Clauzet
Exposição: Marquise da feirinha de artesanato, Lago do Taboão 
Horário: 24h
Quando: de 9 a 29 de julho

 

// PARALELA {Luisa Dörr}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Luisa Dörr
Exposição: Muro da PM, na escadaria do trenzinho
Horário: 24h
Quando: de 9 a 29 de julho

// PARALELA {Fabio Delduque}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Fabio Delduque
Exposição: INDIGO ARTE
Horário: 9h30 às 16h 
Quando:
de 9 a 29 de julho

// PARALELA {Bia Raposo}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Bia Raposo
Exposição: Beco do Primo {rua Nicola Ortenzi}
Horário: 12h às 17h
Quando:
de 9 a 29 de julho

// PARALELA {Matias Picón}

Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artista: Matias Picón
Onde: Escadaria perto do Lago do Taboão
Horário: 24h
Quando: de 16 a 29 de julho

 

// PARALELA

A Mostra // PARALELA
Locais são previamente selecionados para acomodar o trabalho dos 11 artistas e um coletivo convidados (quatro artistas da micro-região de Bragança Paulista). A estratégia é pulverizar arte pela cidade para ampliar seu alcance. A organização atua: na Casa Lebre, em espaços culturais de parceiros e, na rua. A curadoria da // Paralela é realizada pela idealizadora e gestora da Casa Lebre. A mostra procura contemplar ampla diversidade de linguagens e a escolha dos artistas e das obras é guiada pelo mesmo tema do Festival Arte Serrinha 2018, “Quem somos nós?”.

A // Paralela fica em cartaz de 9 a 29 de julho, com visitação gratuita. A mostra prevê caminhadas acompanhadas pela curadora em parte do circuito. Enfeitar a cidade com estas exposições e ocupações artísticas é uma iniciativa para aproximar o público da arte e inserir “poesia” e reflexão no nosso cotidiano.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Artistas convidados/locais de exposição

*Matias Picón
Exposição na escadaria perto do Lago do Taboão
24h
16 a 29 de julho

*Bia Raposo
Exposição no Beco do Primo {rua da Casa Lebre}
12h às 17h
9 a 29 de julho

*Fabio Delduque
Exposição no Indigo Arte
9h30 às 16h
9 a 29 de julho

*Luisa Dörr
Exposição no Muro da PM, na escadaria do trenzinho
24h
9 a 29 de julho

*Tatiana Clauzet
Exposição na Marquise da Feirinha de Artesanato do Lago Taboão
24h
9 a 29 de julho

*Iatã Cannabrava
Exposição no Ateliê Val Coelho {ao lado da Casa Lebre}
12h às 17h
9 a 29 de julho

*Coletivo Roda de Fios
Exposição na Pracinha S. José
24h
19 a 29 de julho

*Ana Roberta Lima 
Exposição no Espaço Cultural Entrando em Cena
Segunda a Sexta das 13h às 20h
9 a 29 de julho

*André Cunha {Galeria Utópica}
Exposição na Casa Lebre
12h às 17h
9 a 29 de julho

 *Juliana Mariotto
Exposição no Muro da Casa Lebre
12h às 17h
9 a 29 de julho

*Lucas Dias Leite
Exposição em Outdoor Imigrantes
24h
9 a 29 de julho

*André Liza
Exposição na Casa Lebre
12h às 17h
9 a 29 de julho

Indigo Arte_Oficina de Dança Criativa

2/06
10h as 13h
Indigo Arte
_ _ _ _ _ _ __ _
Que tal conhecer a dança através da teoria do movimento?
A Oficina de Dança Criativa é uma proposta de dança onde relacionamos a teoria do movimento a consciência corporal e suas relações. Parte do princípio da experimentação e do improviso.
Nossas vivências serão norteadas pelas pesquisas e criação nas diversas formas de arte em diálogo com a educação.
O workshop é destinado a professores de dança, arte, educação física, educação infantil e interessados pela área.
A Dança Criativa é para todos! Não precisa ter experiência.

* Para se inscrever: indigoarteprojetos@gmail.com
Tel: 11- 97503-9582

Indigo Arte {Exposição Florescer_Karin Folie}

14/06 a 06/07
20h as 22h30
Espaço índigo Arte
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
FLORECER

A artista busca, através de suas obras, representar a natureza mostrando cores e formas de temas recorrentes do seu dia a dia, com muita delicadeza, sensibilidade e sutileza, nos guiando a uma percepção mais detalhada, trazendo um energia positiva através de suas obras.

Indigo Arte {Meditação e Arte em Movimento_Cassiano Moreira}

19, 21, 26 e 28 de junho
03, 05, 10 e 12 de julho
19h30 as 22h30
Espaço Índigo Arte
*Para realizar a sua inscrição envie um e-mail para: indigoarteprojetos@gmail.com
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Cassiano aplicará, através da meditação e da arte, um método prático que vai auxiliar no processo do autoconhecimento e controle emocional, colaborando na realização dos desejos pessoais.
Cada encontro corresponde a um passo que estará associado a um chakra e também a uma técnica de expressão artística.

Cineclube no Edith {Já me Transformei em Imagem}

29/06
19h30
Cineclube
Edith Cultura
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
JA ME TRANSFORMEI EM IMAGEM

Comentários sobre a história de um povo, feito pelos realizadores dos filmes e por seus personagens. Do tempo do contato, passando pelo cativeiro nos seringais, até o trabalho atual com o vídeo, os depoimentos dão sentido ao processo de dispersão, perda e reencontro vividos pelos Huni kui.
Brasil, 2008, col.

*Diretor: Zezinho Yube
*Edição: Ernesto Ignacio de Carvalho
*Produção: Vídeo nas Aldeias

Cineclube no Edith {Limpam com Fogo}

28/06
19h30
Cineclube
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
LIMPAM COM FOGO

Documentário sobre a epidemia de incêndios em favelas na cidade de São Paulo e a relação com a especulação imobiliária. Entre análises de especialistas e depoimentos marcantes das vítimas, o filme investiga os reais motivos por trás da seletividade do fogo, e explora a relação entre empresas do setor imobiliário e os vereadores que participaram da CPI dos Incêndios em Favelas na Câmara dos Vereadores de São Paulo.
Brasil, 2016, col.

*PRODUÇÃO – César Vieira
*DIRIGIDO POR – Conrado Ferrato, Rafael Crespo, César Vieira
*PRÊMIOS – Melhor filme, melhor direção e documentário

Roda de Conversa_Arte Contemporânea

25/06
19h30
R$15,00
Edith Cultura
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Roda de Conversa
O uso de materiais inusitados na Arte Contemporânea: conhecendo Luiz Hermano e Bené Fonteles com Bia Rapouso.

Grupo de Estudos_Tiragens e Consulta sobre Tarot

21/06
19h30
Edith Cultura
R$ 35,00
_ _ _ _ _ _ _ _ _
GRUPO DE ESTUDOS
Luana Geiger convida Thaissa Gömöry para tiragens e consultas sobre Tarot.
Tarot, meditação onde se usam cartas chamadas Comumente de Arcanosos.

 

cineclube_Brasil de Tijolo

20/06
19h30
Cineclube no Edith Cultura
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*Brasil de Tijolo
Documentário sobre a viagem pelo Brasil da Cia. do Tijolo com o espetáculo Concerto de Ispinho e Fulô.
Com Flavio Barollo, Alécio Cezar e Vina Prado Ramos.
Brasil, 2015, col.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*Cultura Caipira
Vivências e Saberes, com Fabiana Dorigo, Leo Oliveira, Maria Clara Kirchner, Mario Benedito, Nathaly Eduarda, Leila de Freitas. Bragança pta, 2016, col.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*Diretores de Filmes
Pós sessão, conversa com os diretores dos filmes.

Sarau_Quem somos nós nessa Africa?

7/06
19h30
Casa da Cultura
_ _  _ _ _  _ _ _ _ _

Quem somos nós nesta África
?

A Escola Viverde criou um Sarau Cultural que se apresentará na Casa da Cultura, por alunos e professores. 

Roda de Conversas {fotografia} no Edith

15/06
19h30
R$15
Classificação indicativa: livre
Edith Cultura
_ _ _ _ _ _ _ _ _

RODA DE CONVERSA
O moderno na fotografia e a obra de Cássio Vasconcellos com Vanessa Lenzini Esta conversa pretende estabelecer um diálogo entre imagens e noções de períodos distintos da fotografia brasileira. Temas como autoria, moderno, arte, referente, reprodutibilidade técnica e espaço expositivo serão abordados ao observar séries fotográficas da década de 1950 em São Paulo e a obra de Cássio Vasconcellos.

MOSTRA de Cinema

Mostra de Cinema em Bragança Paulista em junho.
Esta mostra foi organizada em quatro espaços culturais da cidade: a Casa Lebre, Indigo Arte, Edith Garagem e Barração Pinheiral.
Iremos apresentar filmes, documentários e curtas-metragens entre os dias 15 e 30 de junho. A programação é bem diversa e foi construída por amigos, diretores e produtores generosos que nos cederam suas produções. As sessões são gratuitas com contribuição voluntária.

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Conheça a programação abaixo:

*15 de junho [sexta] 19H30: mostra INDIGO ARTE: DOC/ O SAMBA QUE MORA EM MIM: GEORGIA GUERRA-PEIXE
*20 de junho [quarta] 20H30: mostra LEBRE: DOC/ MEU AMIGO CLAUDIA: DÁCIO PINHEIRO
*21 de junho [quinta] 20H30: mostra LEBRE: DOC/ OLHAR INSTIGADO: CHICO GOMES
*22 de junho [sexta] 21H: mostra LEBRE: DOC/ TROPICÁLIA: MARCELO MACHADO
*23 de junho [sábado] 21H: mostra LEBRE: MUSA IMPASSÍVEL: MARCELA LORDY
*24 de junho [domingo] 19H30: mostra LEBRE: DOC/PIRIPKURA: MARIANA OLIVA
*28 de junho [QUINTA] 19H30: mostra EDITH: DOC/ LIMPAM COM FOGO: COLETIVO
*29 de junho [SEXTA] 19H30: mostra EDITH: DOC/ JÁ ME TRANSFORMEI EM IMAGEM: ZEZINHO YUBE
*30 de junho [Sábado] 21H: festa + mostra BARRACÃO PINHEIRAL: SOU FRUTA: TAMARA SORIANO
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*15 de junho [sexta] 19H30: mostra INDIGO ARTE
O SAMBA QUE MORA EM MIM
direção: Georgia Guerra-Peixe

“O samba que mora em mim” é um documentário ambientado no Morro de Mangueira, na cidade do Rio de Janeiro, no período do pré-carnaval. O ponto de partida é a quadra da escola de samba Estação Primeira de Mangueira, lugar do reencontro da diretora Georgia Guerra-Peixe com sua própria história. É no inicio do documentário, em primeira pessoa, que a diretora conta o que o carnaval sempre significou na sua família e na sua vida. Da quadra, ela parte para subir o morro pela primeira vez, movida pelo desejo de ir alem do samba.

“Se eu pudesse calar uma escola de samba….” O olhar muito particular da diretora conduz este deixar-se ir continuo pelo morro; um caminhar que naturalmente vai adquirindo variações melódicas e cadências rítmicas diferentes, resultando na composição do que poderia ser chamado de samba enredo documental ou um samba de olhar. Além da quadra mora o samba de Georgia Guerra-Peixe. Um samba que é jeito de ser, de viver e também, mas não só, de cantar e dançar.

Trailer: https://vimeo.com/46505280

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

*20 de junho [quarta] 20H30: mostra LEBRE:
MEU AMIGO CLAUDIA (Prêmios: Madrid e SP)
direção: Dácio Pinheiro

O longa conta a história de Cláudia Wonder, uma eclética travesti que trabalhou como atriz, cantora e performer nos anos 80, e fez muito barrulho no cenário underground de São Paulo. Ela também ficou marcada pelo importante trabalho como ativista na luta pelos direitos homoafetivos.

*Não recomendado para menores de 14 anos

Trailer: https://vimeo.com/60717849

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*21 de junho [quinta] 20H30: mostra LEBRE
OLHAR INSTIGADO
direção: Chico Gomes

OLHAR INSTIGADO discute o que é arte de rua e o olhar dos artistas sobre São Paulo. O Filme acompanha o processo criativo e as ações de 3 artistas de rua da cidade: Alexandre Orion, André Monteiro (Pato) e Bruno Locuras conduzem o filme através de seus olhares, obras e pensamentos.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=tdVsAdnrd7Y&sns=fb

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*22 de junho [sexta] 21H: mostra LEBRE
TROPICALIA 
direção: Marcelo machado

‘Tropicália’ pretende trazer uma visão contemporânea sobre esse importante movimento cultural que explodiu no Brasil ao final dos anos 1960, intercalando valiosos materiais de arquivo, especialmente recuperados para a produção, com encontros entre ícones do movimento, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Mutantes e Tom Zé.

Trailer:https://vimeo.com/47118786

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*23 de junho [sábado] 21H:
MUSA IMPASSÎVEL
direção: MARCELA LORDY

Adrine é neta de armênios, Edivaldo é filho de pernambucanos. Ela tem TOC e aspira à imobilidade. Ele tem ausências que o paralisam completamente. Adrine é casada com Adilson, um homem embrutecido que não suporta ser tocado pela mulher. Edivaldo quer casar-se com Gladis, improvável aspirante ao mundo fashion. Adrine deseja não ser notada. Edivaldo precisa ser alguém para reconquistar sua noiva. Numa manhã, as vidas de Edivaldo e Adrine se cruzam na região da Luz por causa de uma laranja quase madura. Entre monumentos históricos, esculturas, pessoas de origens e sonhos diversos, Edivaldo e Adrine compartilham uma jornada de reconhecimento e aceitação sem imaginar que o que vivem, na verdade, é uma linda história de amor.

Trailer:https://vimeo.com/20138233 

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*24 de junho [domingo] 19H30: mostra LEBRE
PIRIPKURA 
direção: Mariana Oliva

Estreiou dia 1º de março, em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Curitiba e Porto Alegre.

O documentário relata a força, a resistência e a beleza dos dois últimos sobreviventes do povo Piripkura, que vivem em isolamento voluntário numa floresta no noroeste do Mato Grosso. E também o admirável trabalho do Seu Jair, indigenista da Funai que os acompanha desde 1989, realizando expedições periódicas para monitorar vestígios que comprovem a presença deles na floresta e assim assegurar a proteção da área; e a garra da Rita, a terceira sobrevivente Piripkura, que deixou de viver na floresta aos 38 anos.

Em outubro, Piripkura ganhou o prêmio de melhor documentário no Festival do Rio, e em novembro, o de direitos humanos no Festival Internacional de Documentários de Amsterdã (IDFA). Agora, em março, o filme participa da competição oficial do Festival Internacional de Cinema de Cartagena, na Colômbia, e do festival Movies That Matter, em Haia, na Holanda.

Trailer:https://www.youtube.com/watch?v=14cnpfBEWeo

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*28 de junho [QUINTA] 19H30: mostra EDITH
LIMPAM COM FOGO
direção: Conrado Ferrato, Rafael Crespo, César Vieira

Um retrato sobre os incêndios em favelas na cidade de São Paulo e sua relação com a especulação imobiliária. São apresentados depoimentos de moradores atingidos, de lideranças comunitárias e de autoridades.

*classificação indicativa: 14 anos

Trailer:https://www.youtube.com/watch?v=fJq5VpTsaWE

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*29 de junho [SEXTA] 19H30: mostra EDITH
JÁ ME TRANSFORMEI EM IMAGEM
direção: Zezinho Yube

Produção do povo Huni kui. Documentário que reconstrói a história deste povo através de depoimentos que procuram dar sentido ao processo de dispersão, a perda e o reencontro da identidade vivido por eles.

Trailer:https://vimeo.com/ondemand/jametransformeiemimagem

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
*30 de junho [Sábado] 21H: festa + mostra BARRACÃO PINHEIRAL:
SOU FRUTA: TAMARA SORIANO

Projeto independente que mostra a interação de humanos com frutas.

Busca Vida_ apresenta Rappin´Hood

9/06
20h30
Galpão Busca Vida
* Evento para maiores de 18 anos
* Estacionamento em frente ao Galpão – valor único R$ 10,00
* Aceitamos os cartões VISA e MASTER (apenas débito)
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Horário do show: 23:59 H
Ingresso antecipado: 45,00
Ingresso na porta: 100,00
Ingresso na porta – estudante: 50,00
_ _ _ _ _ _ _ _ _  _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
1997- 2018
Galpão Busca Vida Pizzaria e Cachaçaria Rural celebra 21 anos, com mais de 850 eventos, com mais de 1000 shows, autorais e Reeleituras, abrimos as portas para mais de 433 mil pessoas.
Celebrar é preciso.
E pra abrilhantar nossa noite no palco teremos a presença de: “ Rappin´Hood”
Tim tim galpão busca vida. 

Yoga Day em praça pública

1/06
11h às 18h
Praça do Rosário, Centro, Piracaia
GRATUITO
_ _ _ _ _ _ _ _
Yoga Day é um evento público com atividades práticas e culturais ligadas ao Yoga, difundindo valores de harmonia, paz, saúde e integração dessa sabedoria milenar.
Um presente da Índia para o mundo.

11h- ABERTUTA {fala do Marcos Roselli}

11h15-
 YOGA PARA AS CRIANÇAS {Nathalia Santoro e Edson Hiroshi}

12h-
 INTERVALO {sugerimos dieta vegetariana}

14h-
 OFICINAS DE YOGA {yoga adultos, com Mirian Farah}; {yoga para as crianças com Nathalia Santoro e Edson Hiroshi}; {ayurveda com Andreia Joaquim}

14h40-
OFICINAS DE YOGA {yoga adultos, com Fabrício Paritos}; {yoga para as crianças
com Nathalia Santoro e Edson Hiroshi}; {ayurveda com Andreia Joaquim}

15h30-
DANÇA {dança circular com Lucia Pacheco e Ligia Padilha}

16h- OFICINA DE YOGA {Sanjay Kumar, consulado da índia}

17h- DANÇA {dança indiana clássica Odissi Andrea Albergaria}

17h30- MUSICA {corais viva voz, clara voz e grupo cantoria com Myriam Hungria}

18h- ENCERRAMENTO

Professores de suporte com práticas paralelas – Carol Badari, Felipe Roselli, Miliza Scaglioni, Rosana Khouri e Silvana Cury

III Semana da Diversidade {Multiculturalismo, diferença e democracia}

Entre os dias 4 e 8 de junho, será realizada no Câmpus Bragança Paulista do IFSP, com o tema “Multiculturalismo, diferença e democracia”, a III Semana da Diversidade, parte da articulação da Pró-reitoria de Extensão do IFSP no sentido de promover discussões acerca das temáticas de diversidade cultural, relações étnico-raciais e relações de gênero e sexualidade no IFSP.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
TODOS OS DIAS

Exposição fotográfica: Olhares Diversos
Convidados: Profª. e Fotógrafa Zezé Oliveira e Fotógrafo Marcio Boni Pontes
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Comunidade interna e externa
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
SEGUNDA-FEIRA (04/06)

*8:40 às 9:30h
Abertura Oficial – Mesa de Abertura: Multiculturalismo, diferença e democracia
Convidados: Prof. Dr. Fernando Rodrigues e Prof. Dr. Adriano Henriques Machado
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Comunidade interna e externa

*09:45 às 11:25h
Palestra: As desigualdades degênero e de raça: contribuições para uma reflexão sobre a
educação como justiça social.
Convidada: Drª. Sandra Unbehaum
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos da Licenciatura em Matemática

*12:15 às 13:30h
Apresentação de música
Convidados: Jonas Rossi com a participação de Daniel Gandia
Local: Pátio

*13:30 às 15:10h
Palestra: Relato das ações da CEIM – Comissão de estudos para viabilizar o
ingresso de refugiados e imigrantes nos cursos do IFSP
Convidada: Rocio Quispe Yujra
Local: A501 – Sala de evento
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*13:30h às 15:10h
IF(meninas){nas exatas} – Relato de Experiências do Projeto
Local: B501
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*15:25 às 17:05h
Palestra: Contextualização histórica sobre o gênero
Convidada: Marcela Cavallari
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*19:00 às 20:35h
Roda de conversa: Racismo, a perversão social
Convidado: Diogo Salviano
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Mecatrônica
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
TERÇA-FEIRA (05/06)

*09:45 às 11:25h
Palestra: Pé na porta! @s oprimid@s se organizam e ninguém segura a gente!
Convidado: Helena Silvestre
Local: B501
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*10:35 às 11:25h
Palestra: Língua Tupi
Convidado: Prof. Osni Tadeu Dias
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*12:45 as 13:30h
Exibiçao de curtas metragens sobre diversidade.
Convidada: Pamela Leite de Moraes
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*13:30 às 15:10h
Palestra: Minas Programam: Tecnologia para todas
Convidada: Ariane Cor
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*14:20 às 16:00h
Roda de Conversa: Migração e refúgio no Brasil
Convidados: Ma. Jóice de Oliveira Santos Domeniconi e Drª. Natália Belmonte Demétrio
Local: Sala B405
Público Alvo: Alunos do Técnico Mecatrônica

*15:30 às 17:00h
Palestra: Sobre alienígenas, racismo e produção do conhecimento
Convidado: Me. Teófilo Reis
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Mecatrônica

*19:00 às 20:35h
Palestra: O cego e a tecnologia: Tecnologia assistivas e outras que viabilizam a qualidade de vida da pessoa com deficiência.
Convidado: Jerônimo Ramon Mariano
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do superior

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
QUARTA-FEIRA (06/06)

*08:00 às 09:30h
Palestra: Questão indígena no Brasil
Convidado: Prof. Dr. José Gilberto de Souza
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado
*07:50 às 09:30h
Palestra: Interculturalidade e Educação
Convidada: Profª. Ma. Gabriele Franco
Local: B504
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*10:35 às 12:15h
Mesa Redonda: Falando sobre os Transtornos do Espectro Autista
Convidadas: Juliana Costa e Clélia Oliveira Santos
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos da Licenciatura em Matemática

*13:30 às 15:10h
Roda de Conversa: Racismo x Poder do Povo Negro
Convidada: Prof. Ma. Fernanda Sales Diogo
Local: B501
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*14:30 às 16:30h
Mesa redonda: diversidade religiosa
Convidados: Prof. Dr. Adelino Francisco de Oliveira,
Monge Enjo, Leandro Piazzon, Prof. Dr. Sidnei Barreto Nogueira
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*16:30 às 18:00h
Palestra: Direitos Humanos
Convidado: Prof. Adelino Francisco de Oliveira
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Professores

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
QUINTA-FEIRA (07/06)

*08:00 às 10:00h
Minicurso de Programação Web para Mulheres
Convidada: Profª. Dra. Ana Paula Müller Giancoli
Local: Laboratório A402
Público Alvo: Comunidade interna e externa

*09:00 às 16:00h
Oficina de Python
Convidada: Caroline Dantas
Local: Laboratório A401
Público Alvo: Comunidade interna e externa

*09:45 às 12:15h
Palestra: Inclusão e práticas de alfabetização e letramento na educação de alunos surdos.
Convidada: Profª. Maria de Lourdes da Silva (Malu)
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos da Licenciatura em Matemática 

*12:45 as 13:30h
Exibiçao de curtas metragens sobre diversidade.
Convidada: Pamela Leite de Moraes
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*13:30 às 15:10h
Palestra: Todas na Tecnologia
Convidada: Biamichelle Miranda
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Comunidade interna e externa

*16:00 às 17:00h
Palestra Mulheres na Ciência e Tecnologia
Convidada: Caroline Dantas
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*19:00 às 20:35h
Palestra sobre Diversidade Religiosa – Umbanda
Convidado: José Reinaldo Lunardi Garcia
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do superior

*20:35 às 20:55h
Apresentação de dança
Convidados: Associação dos Deficientes Físicos de Bragança Paulista
Local: Pátio
Público Alvo: Comunidade interna e externa

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
SEXTA-FEIRA (08/06)

*08:40 às 12:15h
Cinedebate: As Aventuras de PI
Convidadas: Profª. Drª. Elisandra Aparecida Alves da Silva e Pedagoga Karla Cristiny Moraes da Silva
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*12:45 as 13:30h
Exibiçao de curtas metragens sobre diversidade.
Convidada: Pamela Leite de Moraes
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

 *13:30 às 15:10h
Palestra: Como é ser asiático e LGBT: Pensando na intersecção raça/gênero/sexualidade
Convidados: Me. Rodrygo Yoshiyuki Tanaka e Gabriela Shimabuko
Local: A501 – Sala de eventos
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*14:20 às 16:00h
Palestra: Palestra: Inclusão e Empoderamento Feminino
Convidada: Alda Rocha
Local: Sala B501
Público Alvo: Alunos do Técnico Integrado

*16:00 às 17:00h
Encerramento: Oz Guarani – Grupo Indígena de Rap
Local: A501 – Sala de eventos

 

Encerramento_expo hipóteses + bate papo com artista

23|06
18H
DANIEL LIMA
_ _ _ _ _

“Hipóteses” foi o nome escolhido pelo artista para esta exposição. O fascínio pelas possibilidades fica claro quando percebemos trabalhos com curiosas combinações de pequenas partículas. Partindo de gravuras que encontram linhas, passando por colagens embebidas em tinta e, finalmente, aterrizando na pintura e na matéria da cor, o artista pesquisa o tempo contemporâneo e seu emaranhado de informações.

O exercício da escolha, quando atentos, pesa. Pesa porque se ontem tivéssemos escolhidos outro percurso talvez hoje estivéssemos em uma realidade absolutamente distinta da que estamos agora. Em “Hipóteses”, este cenário de colagens estéticas ilustram esta narrativa. A exposição se desenrola a partir de possibilidades, que se unem e são atravessadas por ruídos, possíveis pela sobreposição de imagens, vibrações e ideias.

Daniel é artista, designer e músico. Ele faz do reaproveitamento de materiais uma regra para desenvolver estes trabalhos. A informação contida em matrizes reaproveitadas reforçam a identidade velha adquirida pelas obras.

JANTAR DIA DOS NAMORADOS

12|06
20H30
restaurante da LEBRE: BEM DITA SEMENTE
chefs: THAYLA + FUNGO
pocket show: CRIS MATHIAS
_ _ _ _ _

JANTAR + POCKET SHOW

MENU vegetariano e orgânico
Entrada:
Creme de couve-flor com crispi de alho poró e torrada
Principal:
_Mini-moranga recheada com creme de shitake, farofa de castanha-do-pará e pimentões confitados
_Risotto de aspargus com queijo brie e chips de abóbora
Sobremesa:
Tofu-cake de mirtilos com farofa doce de coco
*Cardápio de bebidas: Vinhos, cervejas, sucos e café a parte; água a vontade

POCHET SHOW
Cris Mathias + João SANTT

_ _ _ _ _
$75,00 por pessoa + couvert sugerido $15,00 por pessoa
Somente com reserva
Thay: (11) 9 4344.4321

Bem Atibaia_conscientização da preservação da natureza e animal

26/05
09h às 18h
No Pouso de asa delta
GRATUITO
_ _ _ _ _ _

O Evento Do Bem Atibaia busca pela conscientização da preservação da natureza e animal através da música, arte e conhecimento.
Fazer o bem, faz bem!
_ _ _ _ _
PROGRAMAÇÃO:

-09h – Prática de Yoga com Andrea Joaquim
-10h – Tai Chi Chuan com Celise Matheus
-11h – Samba Rock
-12h – Bossa
-13h – Reggae
-14h – Banda no Quiosque do Pouso
-15h – Oficina de Malabares Sustentáveis com Larissa Lopes
-16h – Dançando pela Terra com Lucia Pacheco
-17h – Palestra Arquitetura Sustentável com Carla Matheus
-18h – Oficina de Jardinagem e Alimentação Saudável com Alecrim Orgânico
-19h – Dança Cigana + Fogueira com Suhaila Helena

-Produção e realização
@VMTagency

-Parceria
Quiosque do Pouso
Clube Atibaiense de Voo Livre (CAVL)
Prefeitura da Estância de Atibaia

-Apoio
Dogs Na Trilha
ONG Amapatas
Supera Atibaia
Slade Fitness
Plot Print
_ _ _ _ _ _

Adote um pet!

FUNK BUIA no Teatro Rural

Vem ai mais uma festa no Teatro Rural, para fazer todo mundo ferver!!
_ _ _ _ _ _
Nossas atraçoes são:

-Marck Vlassic, DJ que coloca pra dançar, Reggae , DUB , Bass , Graves.

-Funk Buia [ z’áfrika brasil ], descendente africano, forte representante do Rap e Ragga no Brasil, Funk Buia.

-DAviDA, nos traz música boa para dançar, passando por vários estilos em uma noite!

-Mike Dub Play, na selecta só de vynils, e compactos raros, mike vai colocar o som na pista do Teatro e vamos sentir o grave. Prepara!

-Monkey Zika vai dominar entre as árvores do Teatro Rural. Slack Line ao lado da fogueira aberta para todo o publico!
_ _ _ _ _ _
Exposiçoes:

-Mercado da Arte, quem quiser expor seus trabalhos…portas abertas !!

 

Instituto Entrando em Cena_oficinas particulares regulares

A partir do dia 07 de maio de 2018, o Instituto Entrando em Cena irá oferecer oficinas particulares regulares para crianças e adultos.
Essas oficinas farão parte do nosso Programa Socioeconômico: os recursos gerados pelas aulas irão permitir a sustentabilidade do Espaço Cultural Entrando em Cena, contribuir com o projeto social e ainda gerar oportunidade aos nossos jovens artistas-educadores.
Irão suprir a demanda de faixa etária e horário que o nosso Programa Sociocultural não cobre.

A primeira aula de cada modalidade é experimental e gratuita!
Se você tem entre 13 e 24 anos, também pode participar do nosso programa sociocultural gratuito, de acordo com a disponibilidade de vagas. Peça informações em nossos contatos ou redes.

Espetáculo_Alice Sua Loca. Volta Aqui!

05/06
20h
Entrando em Cena
GRATUITO
_ _ _ _ _ _

Estamos de volta com o espetáculo “Alice Sua Loca. Volta Aqui!“ em uma curta temporada. As apresentações ocorreram todas as terças-feiras do mês de Junho.

Festa Rock

18/05
19h30
Edith Cultural
GRATUITO
_ _ _ _ _ _

Festa Rock produzido pelo Senhor White, com seus hits e sons obscuros.

Cine Clube_ Agonia e Extase

17/05
19h30
Edith Cultural
GRATUITO
_ _ _ _  _

Agonia e Extase, é um filme biográfico estadunidense de 1965, produzido e dirigido por Carol Reed. O enredo busca retratar os conflitos entre o artista Miquelângelo e o papa Júlio 2.º durante a realização das pinturas do teto da Capela Sistina.

Leitura ramática {O Rei da Vela}

16 e 30 de maio, as quintas-feiras
19h as 22h
Edith Cultural
_ _ _ _ _

Leitura dramática de O Rei da Vela, de Oswaldo de Andrade, com Fabiana Barbosa.

Cine Clube_curtas metragens {dia Internacional da Animação}

10/05
19h30
Edith Cultural
_ _ _ _ _ _

O cineclube apresentara Curtas Metragens do dia Internacional da Animação, em 2013.
O Dia Internacional da Animação é organizado no Brasil pela Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA), filiada à Associação Internacional do Filme de Animação (ASIFA), e seus membros espalhados por todo Brasil.

Cineclube_documentário {Música Pelos Poros}

03/05
19h30
Edith Cultural
_ _ _ _ _

Cineclube apresenta Música Pelos Poros, um documentário de Marcelo Machado, gravado no Brasil em 2017. Por sessão, debate com Fabio Delduque, curador do Festval Arte Serrinha.

Oficina de Esmaltação + Cerâmica

27/05
9h as 17h
R$ 190,00
_ _ _ _ _
Oficina de Esmaltação

Agenda do dia
09:00 – Café em grupo
10:00 as 13:00 – Preparaçoes dos Esmaltes
13:00 Almoço em grupo (trazer um prato frio)
14:00 – Esmaltação
15:00 – Lanche em grupo
16:00 – Montagem

Reboque_bio construção

27/05
9h as 17h – 04 modulo
R$ 50,00 para a contribuição de alimentos
VAGAS LIMITADAS
_ _ _ _ _ _

Reboque c/ cal bio construção, c/ Rogrigo Munhoz. Trabalho voluntário para troca de conhecimento.

DOM Musical {lipe torre + guilherme}

DOM MUSICAL :
27|05 às 20H
músicos: LIPE TORRE + GUILHERME DEGANI
GRATUITO
_ _ _ _ _

Este show traz o repertório do disco “Vagabundo”, uma fusão de rítmos tradicionais brasileiros baseada na improvisação e interação entre os músicos. Lipe propõe aproximar a música instrumental do público através da canção. Unindo dois mundos que muitas vezes existem separados.

oficina de culinária_bolos veganos {bem dita semente}

24|05
18H30 às 20H30
R$ 35,00
inscrições: [11] 9 4344.4321 ou 9 6381.1824
_ _ _ _ _

Sobre a oficina:
Nesta oficina você vai aprender a fazer três bolos veganos:
_Bolo de Laranja com Hibisco
_Bolo de Banana com Cacau
_Bolo Fubá com Goiabada e Canela

restaurante vegetariano na Casa Lebre

COZINHA VEGETARIANA NA LEBRE
a partir 20|03
de terça-feira até sábado | das 12h às 18h
chefs: THAYLA + FUNGO
_ _ _ _ _

A dupla aporta em Bragança Paulista neste mês e assume a cozinha da Casa Lebre.
A Casa lebre agora estará aberta de terça a sábado das 12h às 18h, horário que o restaurante vegetariano de Thayla e Fungo estará ativa.
Sempre serão oferecidas duas opções de prato para almoço [até as 15h] e durante a tarde quitutes e cafézinho do cardápio delicioso e saudável dos chefs.

 

DOM musical {ivan da bahia + marcos al}

DOM MUSICAL :
25|03 às 11H
músicos: IVAN DA BAHIA + MARCOS ALMA
GRATUITO
_ _ _ _ _

Na terceira edição do DOM Musical, vamos receber nosso amigo e produtor musical Marcos Alma. Ele tráz Ivan da Bahia, artista de 68 anos que nasceu em Salvador. Ogã na Casa  Ylê Omô Obá, mestre compositor e cantor autodidata.
Marcos Alma, ao perceber a qualidade musical dentro do cancioneiro brasileiro, convenceu Seu Ivan a gravar suas canções {até então guardadas nas rodas de amigos}.
Na Casa levre teremos a oportunidade de ouvir os dois tocando juntos belezas do samba .
A cozinha vegetariana de Thay e Fungo estará aberta.

Feira produtos e produtores locais {assunto que nos alimenta, a natureza}

28|04
14H às 19H
Casa Lebre
GRATUITO
_ _ _ _ _

A partir deste mês, a Casa Lebre irá trabalhar com temas que tem afinidade com a filosofia da Lebre. Inauguramos com um assunto que nos alimenta; a natureza e o que ela nos oferece.
feira PRODUTOS E PRODUTORES LOCAIS teremos:
OVO caipira
AMADA terra
MEL natural
EMPOTADOS bem dita semente
QUEIJO de cabra
PÃES de fermentação natural
ORGÂNICOS do paulo
ORGÂNICOS da anayde
CAFÊ orgânico
SHITAKI
FLORES

exposicão hipóteses de Daniel Lima

21|04
17H
Casa lebre
GRATUITO
_ _ _ _ _

“Hipóteses” foi o nome escolhido pelo artista para esta exposição. O fascínio pelas possibilidades fica claro quando percebemos trabalhos com curiosas combinações de pequenas partículas. Partindo de gravuras que encontram linhas, passando por colagens embebidas em tinta e, finalmente, aterrizando na pintura e na matéria da cor, o artista pesquisa o tempo contemporâneo e seu emaranhado de informações.

O exercício da escolha, quando atentos, pesa. Pesa porque se ontem tivéssemos escolhidos outro percurso talvez hoje estivéssemos em uma realidade absolutamente distinta da que estamos agora. Em “Hipóteses”, este cenário de colagens estéticas ilustram esta narrativa. A exposição se desenrola a partir de possibilidades, que se unem e são atravessadas por ruídos, possíveis pela sobreposição de imagens, vibrações e ideias.

oficina culinária_Leites Vegetais {bem dita semente}

18|04
18H30 às 20H
R$ 35,00
Casa Lebre
inscrições: [11] 9 4344.4321 ou 9 6381.1824
_ _ _ _ _

A oficina culinária trás uma das técnicas básicas da culinária natural que são os “Leites Vegetais” e como utilizar seus resíduos.
Faremos 2 leites (amêndoas e coco) e 3 receitas práticas:
_Lassi de manga
_Ricota de amêndoas
_Cookies de Coco

Restaurante bem dita semente na Casa Lebre

inauguração: RESTAURANTE BEM DITA SEMENTE
05|05 14H às 21H
chefs: THAYLA + FUNGO
som: DAVI + FUNGO + FERNANDA

Bem Dita Semente é Thayla e Felipe. Há 2 anos tocam o projeto de cozinha saudável, cozinhando em eventos e sob encomenda. Agora tem ponto fixo; na Casa Lebre!
Servem almoços e outras gostosuras, sempre na linha vegetariana e vegana.
De terça-feira a sábado, das 12H às 17H

Lançamento do livro Morfo-corpórea

05/05 | a partir das 19h às 21h
Casa Lebre {Nicola Ortenzi 104 | Taboão | Bragança Paulista}
GRATUITO

Morfo-Corpórea é  o primeiro livro de poemas de Fernanda Costa, um livro que mistura linguagem e corpo.
Se o corpo é linguagem, os poemas de Fernanda são a própria dança. É preciso distorcer as palavras e senti-las em cada ponto de nossa pele. Portanto, só poderá acompanhar o ritmo dessa autora aqueles que se abandonam ao silêncio, inventam suas próprias melodias e seguem seus próprios passos.

FERVE_festas+shows

_23 Festa de Abertura – Davida, Marina e Fernanda + sorteios / edith garagem

_25 Chorinho + Teatro de Fantoches + Roda de Capoeira + Feirinha Busca de Arte / teatro rural

_24 Dada Yute + DaviDA convida / galpão busca vida

_30 Musica Boa Para Dançar – DJ Nuts , DJ DaviDA , DJ Barbarella / teatro rural

_31 B Negao Trio + Hiran (salvador) + DaviDA convida / galpão busca vida

_01 Festa de Encerramento – Venga Venga + Maharajj + Rafabela + Marina e Fernanda + Gabew + banho de represa para todos + feira busca arte + comidas e bebidas / represa

FERVE_Vivência de Circo

28 e 29 de março
14h as 19h
Galpão Busca Vida
15 vagas \\ free \\apenas para as pessoas que ja tem contato com as mobilidades
_ _ _ _ _

Vivência de circo pratica com Tecido, Lira, Monobloco, Perna de Pau, Malabares, Manipulação de Objetos e Contato, junto com o auxilio dos professores presentes.

 

FERVE_Vivência de Agrofloresta

29 e 30 de Março
10h
Fazenda Serrinha
15 vagas
R$200 inteira // R$100 estudante ou ingresso solidário
_ _ _ _ _

Conheceremos as várias estratégias utilizadas para regeneração da terra, da biodiversidade e das funções ecológicas da paisagem, enfatizando nosso trabalho agroflorestal. Realizaremos um mutirão de plantio, com finalidade ecológica e paisagística – e utilizando os princípios da agrofloresta -, em um trecho da estrada da Serrinha em que se deseja iniciar um processo de revitalização. Os alunos ajudarão a planejar e realizar essa intervenção, utilizando sementes, estacas, mudas e insumos obtidos localmente.

FERVE_oficina Pintura

Prof: Fábio Delduque {artista plástico e realiza desde os anos 80 exposições, instalações, performances, pinturas murais, cenários, projetos gráficos, direção de arte de shows, videoclipes, cinema e projetos de arquitetura. Além de ter uma intensa atividade como produtor cultural e curador, já participou de diversas mostras individuais e coletivas em museus, espaços culturais e galerias comerciais no Brasil e exterior com destaque para sua participação na 29ª Bienal Internacional de São Paulo em 2010. É curador e diretor do Festival Arte Serrinha desde a sua criação em 2002.}
Número total de vagas: 25
Abordaremos num primeiro momento um breve histórico da pintura contemporânea mostrando a produção de alguns artistas referenciais no mundo de hoje. Em seguida partiremos para a prática trabalhando sobre suportes como tecido e madeira onde desenvolveremos exercícios e pinturas durante os 3 dias da oficina.
Materiais para os alunos: Tintas acrílicas para tela, pincéis, lápis grafite e um bloco de papel canson A4.
O ateliê ficará aberto durante todos os dias 24h para os alunos.

FERVE_oficina Gastronomia

29 e 30 de Março
14h as 19h
Ca d Mezz Amig
15 vagas
R$200 inteira \\ R$100 estudante ou ingresso solidário
_ _ _ _ _

Prof: Thayla Godoy e Fungo Lord
Propomos aqui uma troca de experiências sobre o panorama do que hoje percebemos como uma alimentação saudável, abrindo o leque das infinitas possibilidades que temos para caminhos mais éticos e que nos ajudem a promover qualidade de vida com muito sabor, porque a gente gosta mesmo é de comer bem! Falaremos também sobre substituições e cozinharemos coletivamente diversas receitas práticas para transformar aos poucos nossa realidade, resgatando um antigo ritual de literalmente colocar a mão na massa juntos e celebrar a vida! Tragam seus aventais, suas receitas afetivas e a disposição para cozinhar com muito amor!

FERVE_oficina de Produção Musical

30 a 31 de Março
14h as 19h
Casarao Dois Irmaos
15 vagas
R$200 inteira \\ R$100 estudante ou ingresso solidário

_ _ _ _ _

Prof. Tata Aeroplano e Otávio Carvalho
O objetivo principal do curso é compor, gravar e produzir coletivamente canções inéditas a partir das experiências musicais de cada participante, abordando também aspectos técnicos e levando a atmosfera de um estúdio de gravação para a sala de aula.

FERVE_oficina Grafitti

28 a 30 de Março
14h as 19h
Casarão Dos Irmãos
15 vagas
R$200 inteira \\ R$100 estudante ou ingresso solidário
_ _ _ _ _

Prof. Renan Centini
Na oficina, alunos criarão um muro coletivo de acordo com oque for acontecendo na oficina.

Materiais para alunos trazerem:
_lápis grafite
_canetas preta +/- de 1.0 até 2.0
_borracha
_folhas sulfites

FERVE_oficina Mobiliário

28 a 30 de Março
14h as 19h
Teatro Rural
15 vagas
R$200 inteira \\ R$100 estudante ou ingresso solidário
_ _ _ _ _

Prof. Reginaldo Prodocimo [Artista Visual, formado em marcenaria e design]
Oficina de técnicas de montagem de móveis que utilizam  desde a madeira maciça até materiais descartados pelos humanos [madeiras de resto de obras ] e descartes da natureza [galhos e raízes] para criar: cadeiras, mesas, banquetas e bancos.

FERVE_oficina Mosaico

27 a 29 de Março
Casarão Dois Irmãos
14h as 19h
8 vagas
R$200 inteira \\ R$100 estudante ou ingresso solidário
_ _ _ _ _

Prof. Zezé Daidone ira conduzir os alunos pela arte milenar do mosaico, com estimulo a criatividade manipulando, transformando materiais para construção de uma obra coletiva.

FERVE_oficina Bioconstrução

26 a 28 de Março
Galpao Busca Vida
14h as 19h
20 vagas
R$200 inteira \\ R$100 estudante ou ingresso solidário
_ _ _ _ _

Prof. Michel Dub Play [Permacultor e Bio-construtor, especializado em construção natural com terra crua e técnicas milenares ancestrais]. Vivência prática com terra ensacada (super e hiper) adobe.

 

 

FERVE_Festival Rural de Verão

23 de março até 01 abril
Abertura da casa: 20:00 H
Horário do show: 23:59 H

Ferve acontece na zona rural de Braganca Paulista. Um multi festival de 10 dias com:
_Shows
_Cinema
_Música
_Gastronomia
_Mosaico
_Circo
_Teatro

OFICINAS

/////// BIOCONSTRUÇÃO:
Prof. Michel Dub Play [Permacultor e Bio-construtor, especializado em construção natural com terra crua e técnicas milenares ancestrais]
Vivência prática com terra ensacada (super e hiper adobe)

///////MOSAICO:
Prof. Zezé Daidone
Zezé ira conduzir os alunos pela arte milenar do mosaico, com estimulo a criatividade manipulando, transformando materiais para construção de uma obra coletiva.

////////MOBILIARIO
Prof. Reginaldo Prodocimo [Artista Visual, formado em marcenaria e design]
Oficina de técnicas de montagem de móveis que utilizam  desde a madeira maciça até materiais descartados pelos humanos [madeiras de resto de obras ] e descartes da natureza [galhos e raízes] para criar: cadeiras, mesas, banquetas e bancos.

///////GRAFFITI
Prof. Renan Centini
Na oficina, alunos criarão um muro coletivo de acordo com oque for acontecendo na oficina.
Materiais para alunos trazerem:
_lápis grafite
_canetas preta +/- de 1.0 até 2.0
_borracha
_folhas sulfites

//////////MÚSICA
Prof. Tata Aeroplano e Otávio Carvalho
O objetivo principal do curso é compor, gravar e produzir coletivamente canções inéditas a partir das experiências musicais de cada participante, abordando também aspectos técnicos e levando a atmosfera de um estúdio de gravação para a sala de aula.

///////////GASTRONOMIA
Prof: Thayla Godoy e Fungo Lord
Propomos aqui uma troca de experiências sobre o panorama do que hoje percebemos como uma alimentação saudável, abrindo o leque das infinitas possibilidades que temos para caminhos mais éticos e que nos ajudem a promover qualidade de vida com muito sabor, porque a gente gosta mesmo é de comer bem! Falaremos também sobre substituições e cozinharemos coletivamente diversas receitas práticas para transformar aos poucos nossa realidade, resgatando um antigo ritual de literalmente colocar a mão na massa juntos e celebrar a vida! Tragam seus aventais, suas receitas afetivas e a disposição para cozinhar com muito amor!

OFICINA DE PINTURA////
Prof: Fábio Delduque {artista plástico e realiza desde os anos 80 exposições, instalações, performances, pinturas murais, cenários, projetos gráficos, direção de arte de shows, videoclipes, cinema e projetos de arquitetura. Além de ter uma intensa atividade como produtor cultural e curador, já participou de diversas mostras individuais e coletivas em museus, espaços culturais e galerias comerciais no Brasil e exterior com destaque para sua participação na 29ª Bienal Internacional de São Paulo em 2010. É curador e diretor do Festival Arte Serrinha desde a sua criação em 2002.}
Número total de vagas: 25
Abordaremos num primeiro momento um breve histórico da pintura contemporânea mostrando a produção de alguns artistas referenciais no mundo de hoje. Em seguida partiremos para a prática trabalhando sobre suportes como tecido e madeira onde desenvolveremos exercícios e pinturas durante os 3 dias da oficina.
Materiais para os alunos: Tintas acrílicas para tela, pincéis, lápis grafite e um bloco de papel canson A4.
O ateliê ficará aberto durante todos os dias 24h para os alunos.

Para ficar por dentro de tudo o que vai rolar no FERVE é só seguir as nossas redes sociais:
Evento: https://goo.gl/drb3f4

Instagram: @ferve_ferve
Para ficar por dentro de tudo o que vai rolar no FERVE é só seguir as nossas redes sociais

 

Exposição didática de Nirceu Helena

A exposição didática de Nirceu Helena abre as exposições da Indigo Arte.

O artista é um grande nome de Bragança Paulista, muito talentoso, conquistou premiações importantes em São Paulo e Estados Unidos.

Visitas podem ser agendadas  pelo telefone: 11 9 7140.1828
A Indigo Arte fica aberta as segundas, quartas e sextas-feiras das 14H00 às 17H30

Encontro aberto [meu corpo minhas regras]

03.03 – Sábado

Nesse encontro vamos (re)encontrar nossa essência criativa através dos jogos teatrais, da dança intuitiva, de recursos de meditação e autoconhecimento.

Este é o encontro introdutório do curso “Meu corpo Minhas regras”, que acontecerá aos sábados do mês de março, no índigo Arte, em Bragança. Paulista.

No curso exploraremos a INTEGRIDADE INTERIOR.

Através do brincar, vamos desconstruir as certezas que criamos a respeito de nós mesmos e nos abrir para uma experiência de vida mais autêntica, leve e fluida.

Informações e Inscrições:
corpocasacorpoasa@gmail

Conheça o projeto Corpo Casa Corpo Asa:
www.corpocasacorpoasa.com

VAGAS LIMITADAS.

Pequeno Teatro do Mundo

31 de março
15h
Casa Lebre
GRATUITO

A Casa Lebre recebe O Pequeno Teatro do Mundo para uma única apresentação.
Neste sábado vamos assistir a ópera L’enfant et les Sortilèges (O Menino e os Sortilégios).
É uma ópera do grande compositor do século XX, Maurice Ravel. Esta ópera é uma metáfora sobre a infância e o amadurecimento. É a história de um menino que, com a ajuda de objetos que ganham vida, encontra uma forma de viver mais humana e generosa.
…………………….

ÓPERA: o menino e os encantamentos
CATEGORIA: espetáculo lúdico 
RECOMENDADO:
para crianças de 4 a 12 anos
PÚBLICO: até 80 pessoas
DURAÇÃO:
40 minutos
…………………….

DOM Musical

DOM Musical é a série de apresentações musicais que vêm acontecendo na Casa Lebre. A seleção de músicos participantes contempla artistas locais e da região além de alguns convidados internacionais. Os show abarcam música clássica, experimental, pop e popular. Os eventos acontecem sempre no último domingo do mês. Esta ação oferece música de qualidade, ao vivo e gratuita para os moradores da região. O público é definido por ordem de chegada.

No último domingo de março a Casa Lebre recebe os músicos Marcos Alma e Ivan Espírito Santo.
Quando o músico e produtor Marcos Alma encontrou Ivan Espirito Santo percebeu que deveria gravar suas canções até então guardadas nas rodas de amigos.
Eles estão juntos em dois projetos: Canto de amor e Agô Bahia.
No primeiro ele canta as vertentes do samba – partido-alto, chula, samba de roda, samba-canção, samba de quadra. Já o segundo traz uma proposta dançante, a partir do ijexá, o mantra negro da Bahia.

 

DOM Musical [Leila + acavernus]

25/02 | 17h
Casa Lebre {Nicola Ortenzi 104 | Taboão | Bragança Paulista}
GRATUITO
[sujeito a lotação 50pax]

DOM Musical é a série de apresentações musicais que vêm acontecendo na Casa Lebre. A seleção de músicos participantes contempla artistas locais e da região além de alguns convidados internacionais. Os show abarcam música clássica, experimental, pop e popular. Os eventos acontecem sempre no último domingo do mês. Esta ação oferece música de qualidade, ao vivo e gratuita para os moradores da região. O público é definido por ordem de chegada.

LEILA é um projeto de Bruno Trochmann. Com elementos da música do oriente médio, pós-punk e free jazz em um fluxo de improviso livre, Trochmann interpreta clássicos da música egípcia e libanesa, com a presença de saz-elétrico e sopros.

Paula Rebellato toca e canta com o grupo RAKTA e sozinha é o ACAVERNUS, projeto intuitivo de música que explora a voz, sintetizadores e outras atmosferas em rituais sem nome. Juntos eles compõe o show do DOM Musical com música experimental de influência oriental.

Pangeia

24/02 | a partir das 18h
Casa Lebre {Nicola Ortenzi 104 | Taboão | Bragança Paulista}
GRATUITO

O livro reportagem, produzido entre 2015 e 2016, retrata a guerra na Síria a partir de relatos de duas famílias sírias que se refugiaram no Brasil. A guerra da Síria provocou a maior crise humanitária mundial em 70 anos. O número de refugiados já ultrapassa cinco milhões. Só o Brasil abriga 2.298 sírios. A obra traça os contextos históricos e individuais da guerra, os processos legais e psicológicos da imigração e refúgio, o choque entre culturas, as políticas brasileiras de refúgio, o processo de adaptação dos refugiados no Brasil e as suas dificuldades. Pesquisas e análises geopolíticas intercalam-se à narrativa das vidas dos indivíduos. O livro é ilustrado por onze artistas, cada um trazendo uma tradução estética do tema.

PANGEIA A é uma publicação independente. Todos os processos que envolvem a produção e publicação de uma obra literária (editoração, revisão, assessoria de imprensa, burocracias, logística, contabilidade, etc.) foram feitos por Luiza e Gabrielle, produzindo assim, um projeto que vai diretamente das autoras para as mãos dos leitores.

O lançamento do livro com bate-papo com as autoras acontece no sábado, dia 24 de fevereiro na Casa Lebre {Nicola Ortenzi 104, Taboão} às 18h.

Ju Brito

Há pouco li um poema que dizia “de tudo, quem sabe, fica aquilo que passa”.  Realidade e ficção perderam a nitidez de seus contornos na memória. Não há mais casa, relicários ou álbum de família. Tudo foi tomado pelo fogo. No dia 12 de abril de 2014 Valparaíso tornou-se zona de catástrofe; 8 dias se passaram até que conseguissem controlar o incêndio que tomou conta de vários Cerros da região, entre eles o de La Cruz, La Cañas e Mariposas. O trabalho de reconstrução do que foi afetado continua até hoje.  Dizem por ali, que flores amarelas com propriedade antiinflamatória, começaram a nascer em grande quantidade por onde o fogo passou. O Trabalho de Juliana Brito retrata a ficção do passado apagado pelo fogo e a realidade do presente enfeitado pelas flores misturadas as ruínas.

Ilana Bar

Por trás de um existe muitos outros. o reflexo de um, sou eu. entre fendas e reflexos, em meio a natureza a artista fotografa parte de sua história, faz retratos, quase auto-retratos. este é o recorte de uma extensa pesquisa de Ilana Bar. Ilana se mistura com os personagens fotografados, ao mesmo que está atrás da lente, se faz presente se mimetisando com as imagens. o resultado são imagens etérias, apreendidas com muita poesia.

André Liza [Gemeos]

Este ensaio, intitulado Gêmeos, é um trabalho que está sendo desenvolvido há 6 anos pelo artista André Liza.

Todos vivemos encontros e desencontros com nós mesmos. este ensaio materializa esta condição. A todos lugares carregamos nossos eus.

O artista traz para a realidade, através da fotografia, personalidades diversas de seu duplo. A obra monta auto-retratos do fotógrafo em composições que sugerem a existência de um gêmeo. Usa a fotografia para iludir a realidade e convida seu outro eu a lhe fazer companhia. Estes iguais se entendem, se complementam e se amam. o dois reforça a identidade do um. Aqui o fragmentar do homem o torna mais forte. esse ensaio reforça nossa solidão, ao buscar na imaterialidade a concretização do desejo. E reforça a fragilidade da imagem quando a serviço da verdade.

“Vagarosamente entristeceu de uma tristeza insuficiente e por isso duplamente triste. Continuou a andar por vários dias e seus passos soavam como o cair de folhas mortas no chão. Ela mesma estava interiormente forrada de cinzento e nada enxergava em si senão um reflexo, como gotas esbranquiçadas a escorrerem, um reflexo de seu ritmo antigo, agora lento e grosso. Então soube que estava esgotada e pela primeira vez sofreu porque realmente dividira-se em duas, a que sabia ligeiramente que era e a que era mesmo, profundamente. Apenas até então as duas trabalhavam em conjunto e se confundiam. Agora a que sabia que era trabalhava sozinha, o que significava que aquela mulher estava sendo infeliz e inteligente.” Livro: Perto do Coração Selvagem/Clarice Lispector

Felipe Beanninger

QUIMERA::

Creia, Toda quimera se espuma Como a brancura da espuma Que se desmancha na areia. Nelson Gonlçalves.

Todos temos álbuns de fotografia, eles guardam momentos vivos que foram transformados em papel para envelhecer a memória em segurança. Neste ensaio que apresentamos no Café Suplicy dos Jardins, Felipe Baenninger transforma a imagem dentro do álbum. O Café tem o prazer de apresentar o ensaio ‘Quimera’. Aqui, a realidade viva é retirada do momento e depositada no álbum para receber a acão do tempo. Este trabalho foi construído como objeto, e nesta exposição é apresentado em forma de fotografias. A materialidade da obra passeia pela fronteira da fotografia. Os objetos, os cheiros, as cores e os lugares são transportes seguros para voltar ao passado. Em ‘Quimera’, os relatos da memória incorporam os sentidos e provocam nossa forma em lidar com permanência dos acontecimentos. Felipe Baenninger incorporou a fotografia em sua vida para traduzir impressões e pensamentos. É fotógrafo e trabalha em um atelier de impressão fotográfica.

Videos:


MULTIPLICIDADES::

Sobre a biblioteca universal de Jorge Luis Borges, (e de como ela é o nosso própio mundo) prefiro pensar, prefiro sonhar que as superfícies polidas representam e prometem o infinito…

Três fotografias apresentam parte pequena do ensaio Multiplicidades. O fotografo manipula as dimensões do mundo e do ser humano como peças de um quebra cabeça, discorre na imagem pensamentos a cerca da humanidade.

Cláudio Belli

A CERCA // Suplicy Itaim // R. Renato Paes de Barros 198
O fotógrafo convidado desta exposição é Cláudio Belli. Perto de avenida movimentada de uma das maiores cidades do mundo, o menino parece estar perdido na solidão de seu pequeno mundo, observando a partida de futebol de várzea, ao lado da comunidade onde vive. Ele está debruçado na cerca que separa o campo de terra do amontoado de fios de instalações de eletricidade improvisadas.
Por seus olhos tentamos enxergar o mundo em uma perspectiva diferente, a da criança, dos seus sonhos. Ele sobe na cerca para ver um pouco mais longe.
Ele para um instante e observa o invasor com sua câmera em punho, sai um pouco de sua meditação. Mas logo esquece da presença e do som dos cliques, atentando novamente para a bola rolando, para os gritos, para o sol forte que dá vida s sombras.
A visão do fotógrafo gira em torno daquele momento, que apesar de sua simplicidade torna-se candidato a ser eterno. Mas para o menino da favela, o menino na cerca, o que importa é a vontade de brincar com o presente, com os momentos que se entrelaçam, com a vida que é mágica.

CARREGADORES // Suplicy Café Jardins // Alameda Lorena 1430
As exposições do Café Suplicy raramente trazem como tema o grão, mas este ensaio que apresentamos ‘toca’, de uma forma particular, o universo do café.
O fotógrafo convidado desta exposição é Cláudio Belli, ele desenvolveu entre 2007 e 2012 uma pesquisa visual na Zona Cerealista, região metropolitana de São Paulo, retratando o cotidiano dos Carregadores, também conhecidos como ‘saqueiros’.
As fotos da exposição são resultado da projeção de algumas destas imagens da pesquisa em sacas de cereais no Armazém D. Tradição da Zona Cerealista. As texturas dos corpos e das imagens se misturam as texturas das sacas.
Com o olhar voltado para esse ofício, dos que ‘carregam o Brasil’ sobre seus ombros, este ensaio vem homenagear estes trabalhadores e mostra, simbolicamente, como os produtos estão impregnados em suas peles.
A luz rebatida nos corpos e direcionada para a câmera fotográfica é devolvida para as pilhas de sacos pelo projetor. Enquanto as projeções eram fotografadas, os carregadores trabalhavam e observavam, curiosos, o final do ciclo do projeto.